Mesmo com desfalques, Mogi atropela o Botafogo e foca na Liga das Américas

Vithinho do Mogi foi um dos destaques com um duplo-duplo de 15 pontos e 11 assistências – Foto: Antonio Penedo/Mogi-Helbor

Mesmo sem Tyrone, Jimmy e Fabricio Russo, o Mogi das Cruzes/Helbor bateu o Botafogo nesta segunda (22) com vantagem no marcador do início ao fim. A partida aconteceu no Ginásio Hugo Ramos e terminou em 84 a 70. Os três atletas ficaram de fora porque cumpriram pena por terem sido expulsos da última partida contra a Liga Sorocabana, no dia 17.

Com o resultado, os mogianos somam 12 vitórias em 15 jogos (80% de aproveitamento), mas seguem na terceira posição da tabela do NBB. O próximo jogo será no dia 1º de fevereiro contra o Vasco, às 20h, também no Hugão. No entanto, o grupo viaja nesta quarta (24) para participar da Liga das Américas (LDA) do dia 26 ao dia 28, no Chile.

Shamell foi o maior pontuador mogiano em quadra, com 19 pontos convertidos. Já Vithinho Lersch arrebentou com um duplo-duplo de 15 pontos e 11 assistências, e Zé Carlos anotou 10 pontos. Wesley Sena, por sua vez, agarrou 11 rebotes. O cestinha da partida foi Douglas, do Botafogo, com 23 pontos e 11 rebotes.

“A equipe como um todo conseguiu uma excelente vitória, com uma excelente defesa, apesar de ter uma alternância do primeiro para o segundo quarto. Isso faz parte do basquete, mas o importante é que o time reagiu e pôde revezar a maior parte dos jogadores e sair com uma vitória em um momento importante para a gente. O time foi muito bem. Agora a LDA é um nível muito acima, mas nosso time tem condições e eu confio muito nos meus jogadores. Se acertarmos a partida, temos grandes chances”, avalia Guerrinha.

Para Vithinho, a satisfação de fazer uma boa partida é enorme. “Venho trabalhando há um tempo, mas vinha de uma sequência não muito boa e eu tentei ficar com a cabeça boa e o time me pôs para cima. A gente teve três desfalques importantes e eu sabia que o time precisava de mim hoje para ajudar para a Liga das Américas.”

“Foi um jogo bom para a gente, conseguimos ter revezamento, com os titulares descansando. Quem teve oportunidade na quadra aproveitou. Esse foi o nosso diferencial hoje. Todos estavam com intensidade, correndo e com muito foco. Vithinho e Zé Carlos foram fundamentais para o nosso time, claro que eles têm coisas a melhorar, mas estão de parabéns”, comentou Larry Taylor.

Nos placares parciais, 29 a 10 no primeiro quarto, 17 a 25 no segundo, 22 a 16 no terceiro período e 16 a 19 no último quarto.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s